F

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Brotheragem - Resenha de Unicórnio



Autor: Bruno Jovovich
35 capítulos + epilogo

Sobre o livro:


Uma saga de auto-descoberta de Iago: o hetero.
O jogo de sedução de seu amigo, quase irmão: Enzo, o bissexual.
Irmandade, Bromance, Brotheragem ... Como você chama?
Não se engane, é mais que simples BROTHERAGEM.
AVISO: Não recomendado para menores de 18 anos.

Minha Opinião:
               Mais uma obra de Bruno Jovovich, o primeiro livro que li desse escritor, que me conquistou logo de cara. Mais que um romance, é a amizade entre duas pessoas, Iago e Enzo, que se conhecem desde a infância, vizinhos, amigos, irmãos de alma, formam uma família diferente.
               Enzo mora com o pai, Iago com a mãe e a irmã, desde que o pai abandou, depois do nascimento da irmã, eles cresceram entre uma casa e outra, construirão uma família diferente, Pedro o pai de Enzo era como o um pai para Iago e sua irmã Ju, e a mãe de Iago como uma mãe para Enzo que cresceu sendo cuidado por ela enquanto seu pai trabalhava.
               Amigos, irmãos, brother, e quem sabe algo mais, eles cresceram juntos, um ano apenas de diferença, compartilharam e acompanharam as mudanças um do outro, o nascimento do primeiro pelo, a primeira vez, enfim, tudo. Um ajudava o outro, um ensinava o outro, um protegia o outro.
               “Botheragem: Do inglês Brotherhood, que significa irmandade. Na definição mais livre, significa dizer que duas pessoas do mesmo sexo podem fazer coisas mais intimas uma com a outra, claro, só na brotheragem, sem viadagem! HAHA”
               Até que Enzo se mudou para estudar e a convivência diária foi substituída por visitas esporádicas, até a sua volta definitiva, ele estava diferente, mais maduro, mais homem, com experiências, que Iago jamais imaginou ter, pelo menos até aquele momento. Traumas do passado serão revelados.
               “Eu quero que as pessoas deem o devido valor aos sentimentos que sentem e que não se entregue na primeira batalha que enfrentarem...”
               Enzo bissexual, Iago hétero, Enzo querendo guiar Iago por esse mundo da brotheragem enquanto curte sem compromisso, Iago com receio mais deixa se levar, um sentimento começa aflorar e crescer, será que eles estão pronto para mais esse passo, a brotheragem que vira romance, a amizade um amor.
           
“Queria que entendesse que o amor está sob todo e qualquer tipo de julgamento”
              Esse livro é muito mais que um romance ou a amizade dos dois, é a soma das partes, o conjunto da obra, é o descobrimento do amor, a luta por essa amizade e esse amor, a aceitação, a exposição e superação de um trauma do personagem, e o amadurecimento deste.
               É uma estória linda, com altos e baixos, com uma trollagem do escritor no final do livro, que só a fez ficar melhor, só sei que estou com vontade de reler depois disso.


 PS.: Playlist do livro para quem quiser escutar https://open.spotify.com/playlist/016AY97gkf0B6u7MVplJTo
               Beijão, até a próxima
               MaLê

8 comentários:

  1. Esse livro traz uma pegada um pouco diferente da maioria, é bem interessante...

    A resenha ajdua muito na hora de conhecer um novo livro, obrigada pela recomendação.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem? Não conhecia esse livro, o enredo é diferente de todos que já li, tem uma história por trás desse afeto e uma determinação em aceitar o diferente, realmente gostei, sua resenha me deixou curiosa em desvendar os acontecimentos dessa trama envolvente, parabéns, obrigado pela dica. Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Não conheço o livro ele é bem diferente
    E a premissa também, ele não me chamou atenção para eu querer ler, vou deixar a dica passar dessa vez

    ResponderExcluir
  4. Olá.

    Não conhecia o livro, mas gostei de saber sua opinião. Apesar de não fazer meu gênero, parece uma boa leitura.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bom?
    Não conhecia o livro, mas achei muito interessante essa premissa de amizade e descobertas, de se aceitar o diferente. Esse não é o tipo de livro que costumo ler, no entanto, parece ser uma boa pedida para quem curte o gênero.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Bianca.

    Não conhecia este livro e pela sua resenha eu achei ele bem interessante. Um pouco diferente do que estou acostumada à ler. Vou anotar a dica, fiquei curiosa. Parabéns pela resenha.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá! Não conhecia o livro ou o autor, mas fico contente que você tenha gostado da leitura.. Esse tipo de romance não é muito meu estilo de leitura, mas tem muitos fãs e isso é legal. Quem sabe numa oportunidade? Obrigada pela resenha!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  8. Oi, Bianca!!! Não conhecia o livro ou o autor... A história parece ser interessante e apesar de você ter curtido muito a leitura, eu não me interessei tanto... Mas deixei a dica anotada, vai que rola a leitura!

    ResponderExcluir