quarta-feira, 21 de agosto de 2019

{OPINIÃO} #transvivo - Juca Xavier


Eu não sei como começar esse texto, com toda certeza é um dos livros mais difíceis que eu já tentei falar aqui no blog.


*ebook gentilmente cedido pela editora
 "Quem sou eu?" é a pergunta que abre #transvivo, primeiro livro de Juca Xavier, pela coleção de poesia Palavra Crua. #transvivo reúne poemas escritos entre 2014 e 2017, período em que o autor enfrentava a crise de identidade durante a qual começaria a entender a figura masculina que se desenhava em seu espelho. Abordando temas como a disforia, as relações familiares, a relação com a T (Testosterona), o amor e o sexo, Juca nos convida a embarcar em uma viagem cheia de reticências e sem pontos finais, em que a escrita é um processo de reencontro com o próprio corpo.

Eu não sabia o que esperar desse livro, com toda certeza foi o livro sobre trans mais real que eu já li, dificilmente algum outro livro supere. 

As poesias de Juca são muito viscerais, muito brutas, abordam a realidade da pessoa trans de uma forma que eu não consigo descrever. 

Em muitos momentos eu precisei parar de ler porque não aguentava, em outros, entrei tanto dentro da narrativa que me senti aprisionada assim como ele, sentia a sua angústia, o seu desespero, a sua vontade de se fazer entender.

O livro é dividido em muitas partes, todas elas narram uma parte dessa jornada do quem eu sou, mas a que mais me tocou foi a que aborda a disforia, eu não entendo muito sobre, mas não consigo imaginar como é viver em um corpo que não é seu. 

Outra parte que me tocou muito, foi quando a relação com a testosterona foi abordada. Segundo o livro, a testosterona fez mal ao Juca e nunca era encontrado uma dose correta.
 “Quantas dores cabem em um guarda roupa?”

Eu escrevo isso com lágrimas nos olhos, eu “sei” o quanto a letra T é marginalizada e descriminada dentro da própria bolha das letras, mas esse livro me doeu de uma forma que eu não consigo explicar. Simplesmente doi. Mas, mesmo doendo, é uma dor necessária.

Eu me atrevo a dizer que esse livro DEVE ser lido por todos, pois ele ajuda muito na questão de enfrentar a insegurança, o medo e mostra também uma forma nova, pelo menos pra mim, de se colocar perante a sociedade. 

Em conversa breve com o autor, ele falou uma coisa muito real, mais ou menos assim “eu nunca pensei que alguém fosse me ler, eu nunca escrevi pra isso. Deve ser por isso que pesa, porque eu vomitava tudo que eu tava sentindo” 
 “talvez, a vida seja um texto composto por muitas reticências e nenhum ponto final...”

O selo Palavra Crua tem tudo pra ganhar o mundo, na verdade, a editora tem um trabalho lindo que todo mundo precisa conhecer, e esse livro é simplesmente perfeito. Eu acho que vou levar uma vida pra poder entender ou talvez começar a entender o que é a vida de uma pessoa trans, as pessoas precisam olhar pra elxs.

Leia esse livro, Entre no mundo de Juca, acompanhe a morte da sapatona, a imagem que se desenhou no espelho, as dúvidas, os medos, as inseguranças, eu garanto pra você, que depois desse livro, você com toda certeza será uma pessoa melhor.

“Quantas dores cabem em um arco-iris?”



Sobre o autor


Juca é uma pessoa trans, atua como Cartomante, desenvolvendo um trabalho com Baralho Cigano. Parte dos seus estudos envolve questões de gênero e misticismo, magia e oráculos. É apaixonado por literatura, sempre gostou de escrever e recentemente começou a se reconectar com seu lado artístico. #transvivo é seu primeiro livro de poemas.

Acompanhe o autor: @jucaxavier3.0  ||  @unicorniocartomante

 Sobre a editora 


A Editora Nua é um espaço de divulgação e desenvolvimento para novos talentos da literatura brasileira - com um olhar para a representatividade negra, feminina, LGBTQ e de lugares de fala pouco publicados – em um esquema tradicional de editoração (em que os autorxs não pagam nada para publicar). Nossa meta é ter 90% de nosso catálogo composto por obras nacionais.

Nosso projeto nasceu da necessidade de divulgar e formar novxs autorxs nacionais, a partir de Coleções dedicadas à ficção (Outra História), não ficção (Viva Voz), textos educacionais (Papo Reto), poesia (Palavra Crua) e dramaturgia (Atos em Cena). Já estamos trabalhando com mais de dez autorxs para montar nosso catálogo. Os livros começam a ser publicados no segundo semestre de 2018.

No futuro, pretendemos oferecer bolsas de apoio a nossxs autorxs para que possam desenvolver seus trabalhos. Além disso, pretendemos editar alguns de nossos livros gratuitamente - de forma pré-acordada com autorxs interessadxs - como forma de divulgação de seu trabalho.

Conheça o trabalho da editora: Instagram || Facebook

29 comentários:

  1. Tem livro que a gente gosta tanto, se conecta tanto, que fica até difícil resenhar. Eu não conhecia a obra, mas aprendi a gostar de biografias e/ou histórias reais e esta parece ser daquelas que fica tatuada no coração da gente, passe o tempo que passar ainda haverá resquícios dela em nossa vida. Tua resenha ficou ótima, vou me informar mais sobre a obra e o selo da editora.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. procure se informar porque vale muito a pena! A editora é nova e já veio com uma proposta muito linda!
      Sim, tem livros que marcam a gente pelo resto da vida!

      Excluir
  2. Olá!

    Nunca li nada do gênero e acredito que de fato precise ser lido por todos. É uma questão que está ao nosso redor todos os dias.

    Anotei a dica!

    Beijos,
    Blog Diversamente

    ResponderExcluir
  3. Sempre saio daqui com livros na lista de desejados.
    Eu realmente não conhecia este e mesmo não sendo fã de poesias, fiquei com vontade de ler

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante a sua resenha. Imagino como esses poemas trazem para as páginas toda a angústia do Juca. É um livro que deve ser bastante visceral, mesmo.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. realmente, é um livro que não tem como não se emocionar e sentir tudo que ele sentiu!

      Excluir
  5. Esse livro me lembrou o episódio de Queer Eye chamado Sky's the limit que trata de ser trans também. Acho que as dores dos dois são as mesmas. Parece um bom livro pra entender o que se passa na cabeça de quem passa por esse tipo de transição

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que não só na cabeça né, mas como ela se sente perante a sociedade e como ela se posiciona ali, muitas coisas.
      Alias, preciso ver essa série!

      Excluir
  6. O livro parece que necessita de uma mente muito aberta e uma atenção grande para compreender a leitura de forma correta! Esse tipo de livro muda muito a gente por dentro! Ótima leitura essa!
    Jéssica S.

    ResponderExcluir
  7. Oie, eu não dava nada por essa capa, de verdade, é uma obra que eu amais leria mas eu fiquei impressionada com o tema que trata e acho super necessário, preciso ler pra ontem! Já sei que vou me emocionar demais, com toda a certeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade, confesso que eu também não hahahahah eu fui mais pelo nome, mas quando comecei a ler, nossa senhora, quase morri

      Excluir
  8. Oiii Bianca

    Achei tão inteso como vc fala na resenha, dá pra sentir a dor, a revolta e a angustia que deu ler cada palavrinha do autor, saber o quanto foi real, o quanto foi um desabafo e um grito vindo de dentro dele. A capa me enganaria completamente, pois não imaginava que fosse um livro de poesias que debatessem conflitos tão sérios e atuais. Com certeza um livro necessário pra derrubar barreiras e preconceitos

    beijos, Alice

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, eu também não imaginava que fosse um livro tão intenso assim, mas olha, eu amei essa leitura e até hoje, eu fico meio assim quando vejo o livro, parece que a dor volta tudo

      Excluir
  9. Amo poesias e adorei a proposta do livro. Realmente deve tocar bem fundo nos sentimentos se o Juca nos faz sentir como ele se sentia nesses momentos difíceis. Adorei a resenha e fiquei interessada no livro.
    Bjus,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. leia, é real, é um assunto que precisa muito ser abordado, principalmente no pais que mais mata pessoas Trans no mundo!

      Excluir
  10. A proposta do livro é muito importante, acredito que que realmente nos faz ser alguem melhor. Parabéns pela resenha.

    Beijos
    abobrinhacomchocolate.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Não conhecia a editora e achei interessante o que apoiam. Nunca li nada com um personagem trans e espero ler em breve. Não sou muito fã de poesia, na verdade fico meio perdida, mas quem sabe.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que, como tá mais pra um livro meio biografico, é facil de acompanhar a linha de raciocinio do Juca, vale a pena tantar. Mas de ficção eu conheço vários com personagens trans

      Excluir
  12. Olá

    Se eu já amei essa editora? Já si e fico muitíssimo feliz que tenha um espaço para pessoas que são silenciadas, excluídas e marginalizadas no Brasil.
    Amo poesia e esse livro tem tudo para me aceitar em cheio.

    Quando nos deparamos com a realidade alheia, é quanto percebemos que falta muito para a sociedade ser boa de se viver.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essa editora tem mesmo uma proposta muito bonita! Eu fiquei muito feliz por saber que cada dia mais tem gente que ouve a gente.

      Excluir
  13. Olá. Ótima resenha.
    Parece ser um livro bem interessante, já irei coloca-lo na lista de compras.

    ResponderExcluir
  14. Eu não conhecia o livro e você me deixou muito curiosa com a leitura, gostei da maneira como você falou sobre ele

    ResponderExcluir
  15. Também não conhecia o livro, mas depois de ler sua resenha fiquei bem curiosa em começar a ler.

    ResponderExcluir

Visitas!

Quem você quer ler?!

Instagram