quarta-feira, 27 de novembro de 2019

{RESENHA} Kindred - Octavia Butler


Finalmente eu li Kindred!

Eu li o livro em uma leitura coletiva e devo confessar que não sabia bem o que esperar, mas conforme eu fui lendo, eu fiquei tão presa na narrativa que foi quase impossível parar. Que leitura incrível!

O livro conta a história da Dana, uma mulher negra que se muda para uma casa nova junto com o seu marido e, enquanto arrumava os livros na prateleira sente uma tontura e do nada ela se vê de frente pra um lago onde uma criança está se afogando. Mesmo sem entender muito o que tá rolando, ela salva a criança e depois, um homem aponta uma arma pra ela, nisso, ela volta pra casa.



No decorrer da leitura, descobrimos que essa criança, o Rufe, é um ancestral da Dana, e ele vive em meados de 1800. Quando a Dana entende isso, ela supõe que precise viajar no tempo para manter o Rufe vivo, para que ela possa existir e todos os outros antes dela também.

Essa viagem acontece algumas outras vezes e a Dana nunca tem como saber quando vai rolar, quando e como ela pode voltar pra casa dela, e o propósito real disso, pois ela só é “chamada” quando aquele menino tá em perigo.

Foi incrível acompanhar isso tudo, vendo a Dana ir pra um lugar onde a vida dela vale menos do que a de qualquer outra pessoa e pode pertencer a alguém, mesmo ela não sendo dali.

 


Esse livro é muito necessário e mesmo que ele tenha sido escrito há anos, ele continua muito atual. A escravidão aconteceu em muitos lugares do mundo e marcou uma era e toda uma raça pela brutalidade e desumanidade com a qual as pessoas negras eram tratadas. Na metade do livro, eu já tava questionando tudo e mais um pouco.

É extremamente horrível ler as cenas de punição dos escravos, as chicotadas, as coisas que eles passam, por mais que eu tenha estudado sobre isso, eu fiquei extremamente nauseada com as descrições, praticamente dá pra sentir o que eles estão sentindo, de tão realista que o livro é.

Essa foi uma das coisas que mais me marcou. “Ver” isso me deu uma sensação de impotência tão grande, uma sensação de desespero. Pensar que a liberdade é algo tão frágil, tão pequeno e que pode ser tirada de nós a qualquer momento, assusta muito. E também, imagina que horror seria nascer em mundo desse, onde só sua cor define tudo sobre você (ok, nem mudou tanta coisa assim né?!) Mas é assustador.



Em muitas partes do livro eu chorei de uma forma absurda. Outra coisa que se destacou muito pra mim foi ver a forma como os próprios escravos enxergam a situação, pois existe uma disputa entre eles mesmos, tanto que, em muitas partes do livro, a Dana é chamada de Preta Branca, pois ela sabe escrever, é inteligente e sabe dosar tudo, é considerada “dócil”, isso faz com que muitos dos negros ali a odeiem.

Kindred é uma obra prima, entrou pra lista de favoritos da vida e dos melhores livros lidos em 2019, sem sombra de dúvida! Quando eu terminei o livro, eu fiquei pensando em muitas coisas, mas a que me pegou foi a pergunta “O que fez a Dana viajar no tempo?” pois se ela tava ali, é porque todo mundo já tinha existido e tudo já tinha acontecido, certo?

São algumas das dúvidas que não tem resposta mesmo, mas Kindred é um livro incrível e arrebatador, eu fiquei realmente sem chão depois da leitura. Todo mundo deveria ler esse livro!

*TODAS as fotos usadas nesse post foram tiradas pela Evy, o uso foi autorizado pela mesma.*

11 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Eu não li nenhuma obra da autora ainda, mas quero muito pois os comentários a sua escrita me deixam mega curiosa! Li poucos livros que falam sobre a escravidão e com certeza essa vai direto para a lista!

    ResponderExcluir
  2. Oie Bianca tudo bem??
    Menina eu ainda não tinha conhecimento desse livro, ele sem dúvidas é muito importante e relevante, a premissa do livro é bem interessante e ao mesmo tempo bem sofrida, pois, voltar numa época tão sofrida é sem dúvidas de deixar muitas marcas. A população negra até hoje sofre as consequências da escravidão, é importante as pessoas terem noção do que foi a escravidão e de qual desumano foi o tratamento a população negra, vou por esse livro em minha lista de leitura!!

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
  3. Fico sempre mto curioso quando ouço comentários sobre a autora, e fiquei super curioso com essa resenha. Anotado. ❤

    ResponderExcluir
  4. Parece ser um livro com uma história bem impactante e cheio de emoção.
    Gostei da resenha.
    https://blogdajenny2014.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Eu também li ele na LC, talvez até a mesma que você kkk
    Enfim, eu fiquei muito chocada com esse livro, por mais que soubesse dos acontecimentos históricos é bem diferente saber e passar por isso através dos olhos de uma personagem. Obra extremamente importante.

    ResponderExcluir
  6. Eu não lembro quando li esse livro, não sei se foi no início desse ano, ou o que. Mas, lembro que ele me marcou de forma incrível. Foi leitura coletiva e eu tinha vontade de ultrapassar as metas semanais, e ficava me segurando.
    Mesmo eu tendo um pouco de dificuldades em ler livros onde as pessoas são machucadas, maltratadas e torturadas, eu fui firme e fui recompensada.
    Que história. Quero muito ler outros livros da autora. Eu me apaixonei por esse de uma forma absurda.
    Adorei sua resenha!! Você também foi incrivelmente tocada. Isso é muito bom.
    Abraços

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  7. Oi, que bom saber que o livro entrou para os seus favoritos. Eu compre ele há algum tempo mas ainda não li, me parece ser uma história bem forte ao retratar a questão da escravidão, e também bem reflexiva ao vermos como algumas coisas ainda são atuais.

    ResponderExcluir
  8. Olá Bianca,
    Eu não conhecia esse livro, mas o tema abordado é muito importante. Lembrei das novelas que falavam sobre a escravidão.
    É uma ótima indicação!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Esse livro está na minha lista faz tempo e sua resenha me deixou com mais vontade ainda de lê-lo. ❤️ Gosto muito de livros que abordam o tema da escravidão, realmente é um assunto necessário. Parabéns pela resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. O título do livro me deixou mega curiosa, e a resenha incitou mais ainda.
    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  11. Olá! Essa capa e esse nome não me são estranhos, mas adorei saber mais sobre ele e fiquei com bastante vontade de ler. Parece ser uma leitura incrível e emocionante. Além de necessária. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Visitas!

Quem você quer ler?!

Receba os posts do blog!