F

terça-feira, 25 de setembro de 2018

A Estrela que Nunca vai se Apagar - Resenha de Unicórnio


A Estrela que nunca vai se apagar
Esther Earl e familia
Intrinseca 
Nota 5/5

"Apenas seja feliz, e, se você não conseguir ficar feliz, 
faça coisas que o deixem feliz. 
Ou fique sem fazer nada com as pessoas que o fazem feliz."


Sinopse: Diagnosticada com câncer da tireoide aos doze anos, Esther Grace Earl era uma adolescente talentosa e cheia de vida. Fazendo jus ao nome, que em persa significa “estrela”, ela marcou todos em seu caminho com sua generosidade, esperança e altruísmo enquanto enfrentava com graciosidade o desgaste físico e mental causado pela doença. Filha, irmã e amiga divertida, alto-astral e inspiradora, Esther faleceu em 2010, logo após completar dezesseis anos, mas não sem antes servir de inspiração para milhares de pessoas por meio de seu vlog e dos diversos grupos on-line de que fazia parte. A estrela que nunca vai se apagar é uma biografia única, que reúne trechos de diários, textos de ficção, cartas e desenhos de Esther. Fotografias e relatos da família e de amigos ajudam a contar a história dessa menina inteligente, astuta e encantadora cujos carisma e força inspiraram o aclamado autor John Green a dedicar a ela sua obra best-seller A culpa é das estrelas.



Resenha: Fui ler esse livro por indicação de uma amiga minha, a Vi. Eu nem sabia do que se tratava o livro na verdade. Só vi o post dela lá e ela disse que talvez eu fosse gostar e fui na biblioteca pegar ele pra ler. Melhor coisa que eu fiz.

Esse livro trás muitos questionamentos pro leitor. Pensem bem, você que está aqui lendo, você fez coisas boas por alguém? Amou sem medo? Foi feliz apesar das dores? Viveu da maneira mais linda possível todos os seus dias até hoje?

O Livro me fez pensar esse tipo de coisa. Acompanhar a história dessa garotinha de tantos pontos de vistas diferentes, pois no livro temos depoimentos dos familiares, amigos e tem umas cartinhas dela mesmo! Todas elas refletem uma menina feliz, que mesmo com tudo que ela passa, os tratamentos experimentais, as doenças que a acometem, as dores, as limitações e as consequências de se ter câncer, tudo isso é narrado pelas pessoas de fora, e em algumas cartinhas, ela relata como é ser ela. Dá pra ver a alma nobre que ela tem. Ela queria fazer algo grande por esse mundo, queria espalhar amor, espalhar a Nerdfighteria (o que eu também sou, desde sempre), ela é simplesmente uma pessoa apaixonante!

Tem muita coisa pra se falar desse livro, mas dentre tudo o que poderia ser dito, quero pedir que leiam esse livro, porque ele com certeza vai mudar o seu jeito de ver a sua vida, as pessoas ao redor, encarar os problemas, tudo!

9 comentários:

  1. Olá, tudo bom?
    Eu li esse livro há uns três anos e lembro-me muito bem de terminar a leitura valorizando mais a minha vida e as pessoas que estão a meu redor. Lembro-me muito bem de me pegar pensando várias vezes "caramba, olha tudo o que essa menina passou e como ela manteve um sorriso no rosto e a vontade de viver".
    Essa obra é muito, muito inspiradora e assim como você me peguei refletindo muito durante e depois da leitura. Adorei relembrar essa leitura ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho curiosidade com esse livro há muito tempo, com certeza é uma obra que vai me arrancar lágrimas e que vai deixar importantes mensagens. Gostei de ver um pouco sobre a obra aqui na sua resenha.

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Eu sou fã absoluta do John Green e acho incrível a maneira como ele conseguiu imortalizar a história da Esther, por ela mesma e por Hazel. Esse é um daqueles livros que a gente precisa ler e reler sempre que se sentir meio mal.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. A tempos conheço esse livro e sei que ele serviu de inspiração para o lançamento de 'A culpa é das estrelas'. Ainda não li mas pretendo. Essa estrela passou pela terra e deixou sua marca com certeza!!!
    Valeu por me lembrar desse livro lindo, parabéns pela leitura. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu li esse livro assim que foi lançado e foi uma ótima experiencia, nos faz pensar muito em como não nos damos conta de como somos privilegiados só por existir, ter uma boa saúde e coisas do tipo, a mensagem é linda demais, eu amo!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Fiquei sabendo desse livro, assim que terminei de ler A Culpa é das Estrelas. Dizem que John Green se inspirou nela, para fazer a Hazel. Confesso que achei interessante, mas não fiquei com muita vontade de ler. Talvez pelo tema. Não sei se daria uma chance, mas anotei a dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Amei as suas perguntas para reflexão do seu leitor e constatar que posso verdadeiramente responder todas elas com um SIM é fantástico e mais que isso não só no passado, mas no presente também. Sou uma pessoa abençoada pelo Universo e por Deus!

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  8. Olá.

    Ainda não li este livro, mas sempre que leio uma resenha dele fico morrendo de vontade. Muitas resenhas positivas e vários questionamentos que devemos fazer a nós mesmos né? Gosto de livros assim!

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Li esse livro há muito tempo e gostei muito dele, achei muito importante como ele nos fez refletir sobre a vida e as escolhas que fazemos. Também é legal o fato de que esse livro serviu como base para uma história que encantou muitos leitores.
    Adorei ver uma resenha dele nova. Fico contente que ele não tenha morrido!
    Beijos

    ResponderExcluir